Segundo testemunhas, trecho de rodovia é mal iluminado. Motorista afirma que não conseguiu ver a jovem de 21 anos, a tempo de se desviar.

Uma jovem de 21 anos morreu atropelada enquanto pedia ajuda após sofrer um acidente de moto na Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, em Itanhaém, no litoral de São Paulo. O motorista do veículo que a atingiu disse à Polícia que teve dificuldade de enxergá-la. Segundo apurado pelo G1 nesta terça-feira (19), o acidente ocorreu na pista sentido Peruíbe. A moto da estudante Nayara da Silva foi encontrada embaixo da defensa metálica do acostamento. Segundo testemunhas, o trecho da via onde ela morreu, na altura do km 325, não é iluminado.



De acordo com informações obtidas pelo G1, após o primeiro acidente, Nayara conseguiu se levantar e correu até a pista da rodovia para pedir ajuda. Por conta da má iluminação, o motorista de um carro não viu ela a tempo e acabou a atropelando. A auxiliar de enfermagem Eliane Morais, de 45 anos, foi a última pessoa a ter contato com a jovem no local do acidente. A profissional estava passando pelo trecho quando um carro parou abruptamente e notou uma pessoa caída na pista. “Imediatamente peguei minhas luvas, desci do carro e fui ver o que estava acontecendo. Foi difícil chegar até o local, estava muito escuro”, relata.

Estudante de 21 anos sofre acidente de moto e morre atropelada ao ...

Quando chegou à vítima, ela diz que sentiu a pulsação, mas Nayara já estava inconsciente. “Tirei o cabelo do rosto dela. Tinha pulsação fraca, estava respirando ainda. O abdômen dela tinha uma abertura grande. Acionamos o Samu e fiquei ali, com a mão dela, esperando o resgate chegar”. “Lembro que cheguei perto dela e disse: ‘vai em paz, fica tranquila’. Foi minha única reação como pessoa. Não é uma coisa que acontece rotineiramente. Não pude fazer nada a não ser ficar ao lado dela. É triste parar para prestar socorro e sentir a pessoa no último fio de vida”, desabafa.

Jovem de 21 anos morreu ainda no local do acidente, em Itanhaém. — Foto: Reprodução/Facebook

Quanto ao motorista que a atropelou, Eliane diz que ele estava em estado de choque. “Ele estava extremamente nervoso. Ele ficou lá o tempo inteiro, disse que ela pulou na frente do carro e ele chegou a tentar desviar, mas não conseguiu”, conta. “Foi tudo muito rápido.” O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) constatou o óbito no local e uma equipe do Instituto de Criminalística compareceu ao local do acidente para a realização de perícia. O caso foi registrado como homicídio culposo, sem intenção de matar, na Delegacia Seccional de Itanhaém e encaminhada ao 1º DP da cidade, responsável pela área. // G1.

Estudante morre atropelada ao parar em rodovia de SP para pedir ...

Tia diz que jovem que morreu ao pedir ajuda em estrada de SP era ...