Henrique Xavier Cerqueira, de 35 anos, era suspeito da morte de uma mulher, ocorrido no sábado (23). Família disse ser “fake news”.

Um homem de 35 anos, identificado como Henrique Xavier Cerqueira, morreu na noite da última segunda-feira (25), após ser atingido por diversos disparos de arma de fogo, na Rua Virgílio Ataíde, no bairro Mercado, em Brumado. Segundo apurou o site Achei Sudoeste, uma guarnição do Pelotão Tático Operacional (Peto) realizava rondas pelo local, quando foi informada por um transeunte sobre disparos de arma de fogo no bairro. A polícia foi até o endereço informado e encontrou a vítima caída e sangrando bastante. Populares informaram para a PM que dois homens em uma motocicleta passaram pelo local e deflagram tiros contra Xavier.



Ele chegou veio de São Paulo nas últimas semana para resolver questões particulares. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e encaminhou Henrique para o Hospital Municipal Professor Magalhães Neto. Na unidade de saúde, o óbito foi constatado. A polícia apura denúncias de que ele teria sido apontado nas redes sociais como um dos autores do homicídio de uma mulher, ocorrido no último sábado (23). Ela foi morta a pedradas e encontrada com sinais de estrangulamento, na Travessa Henrique Caldeira, no bairro Malhada Branca, em Brumado. De acordo com a polícia, ele teria negado o crime e a família dele disse ser “fake news”. O Departamento de Polícia Técnica (DPT) fez a perícia no local do crime. O corpo de Cerqueira foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Brumado. A polícia civil já instaurou um inquérito para investigar o crime. // Achei Sudoeste.