(foto: Divulgação/SBT)
Aos 73 anos, o ator Gésio Amadeu morreu, na tarde desta quarta-feira (5/8), por complicações da Covid-19. Ele foi internado no final de junho em São Paulo para tratar da doença em um hospital na cidade de São Paulo. O ator deixa quatro filhos.

O cineasta Mario Amadeu, filho do ator, confirmou a informação em suas redes sociais. De acordo com a publicação, Gésio veio a óbito por falência múltipla dos órgãos. 

"Meu pai acabou de falecer. Falência múltipla de órgãos. Por hora, somente essa informação. Assim que possível, postaremos mais. Obrigado", escreveu Mario no Facebook. 



Continua depois da publicidade

Gésio era ator de teatro e televisão. Fez diversas novelas em diferentes emissoras. Desde a extinta TV Tupi até a Rede Globo, cujo último trabalho foi o folhetim Velho Chico, exibido em 2016. No SBT, ele fez sucesso como o cozinheiro Chico, na novela infantil Chiquititas, exibida nos anos 1990.

Por meio de nota oficial, o SBT lamentou a morte de Gésio e relembrou a carreira do ator na emissora paulista como um "dos grandes atores revelados pelo teatro, emprestando posteriomente seu talento à teledramaturgia nacional". 
Leia a nota na íntegra: 

"O SBT lamenta profundamente o falecimento do ator Gésio Amadeu, de 73 anos. Ele estava internado desde o final de junho no Hospital Sancta Maggiore, e hoje (05) teve falência múltipla dos órgãos, em decorrência da Covid-19.

Gésio faz parte dos grandes atores revelados pelo teatro, emprestando posteriomente seu talento à teledramaturgia nacional, tendo interpretado personagens que permeiam a memória afetiva do público, em diversas emissoras de TV.

No SBT, sua primeira participação foi no seriado Joana (84-85), onde deu vida a um dos jornalistas da revista que era pano de fundo da série. Logo, ingressou na segunda fase da novela Meus Filhos Minha Vida (84-85), tendo feito ainda na emissora as novelas Cortina de Vidro (89-90), Sangue do Meu Sangue (95-96), Os Ossos do Barão (97), Amor e Ódio (2001-2002) e Seus Olhos (2004).

Mas foi como o simpático e amoroso Chef Chico, na primeira versão de Chiquititas (1997-2001), que Gésio conquistou o coração do público infantil. Chico era uma figura amável e sempre disposta a ajudar, que reunia as meninas do Orfanato Raio de Luz ao redor de sua cozinha para aplicar ensinamentos, sempre com uma dose extra de amabilidade e respeito.