Ao lado do corpo de Camila Furtado dos Santos, de 25 anos, os policiais encontraram uma barra de ferro. Suspeito já está preso.


A mulher encontrada morta dentro de casa pelo filho de 5 anos na madrugada de sábado (8) no Grajaú, extremo sul da cidade de São Paulo, estava grávida. O companheiro dela, com quem convivia há 4 anos, está preso suspeito do assassinato. Os gritos da criança chamaram a atenção de vizinhos e os levou a acionar a polícia na rua Carlindo Santiago.

Ao chegarem ao local, policiais militares encontraram Camila Furtado dos Santos, de 25 anos, morta em um dos quartos e a criança na sala, chorando e lamentando a perda da mãe. Ao lado do corpo da mulher, os agentes encontraram uma barra de ferro. A vítima apresentava diversos ferimentos graves.


Segundo informações do boletim de ocorrência, o companheiro da vítima, um homem de 29 anos, ligou para o irmão, contando que havia cometido o assassinato. Em seguida, o irmão do suspeito também chamou a polícia. O suspeito foi detido durante ronda de policiais pelo bairro. De acordo com a polícia, o suspeito afirmou que sentia ciúmes da mulher e suspeitava que ela estivesse envolvida com outro homem. A criança foi levada por familiares da jovem. O caso foi registrado no 101º Distrito Policial (Jardim das Imbuias). // R7.