O padre Robson de Oliveira, fundador e presidente da Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe), limitou comentários desde o início deste sábado (22) em seu perfil em uma rede social após uma enxurrada de críticas.

Robson de Oliveira é alvo de uma operação do Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) que apura desvios de doações para a Afipe.

O padre é popular nas redes sociais e tem 761 mil seguidores.// Brasil 247