Parlamentares que chegaram ao Mato Grosso para acompanhar a devastação causada pelos incêndios que se alastram na região, afirmaram que foram informadas de que o Ministério da Defesa irá enviar ativos da Marinha para atuarem no local, já que o Exército foi mobilizado para combater as queimadas na Amazônia.

De acordo com a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, a Defesa destacou que a operação ficará sob comando do 6° Distrito Naval, que mandou a campo fuzileiros navais com formação em incêndio florestal.

Também foram disponibilizadas embarcações e helicópteros do Exército e da Aeronáutica.