Rússia dobra aposta e anuncia vacina da covid-19 em massa para setembro |  Exame

O Butantan desenvolve e testa a vacina CoronaVac e, nesta segunda-feira (31), o diretor do Instituto, Dimas Covas, disse que a previsão dada pela instituição ao Ministério da Saúde é de que seja possível fornecer 45 milhões de doses desta vacina  ao SUS (Sistema Único de Saúde) até dezembro deste ano.  "Asseguramos que em dezembro teremos 45 milhões de doses disponíveis para o SUS. Podíamos integralizar esse volume até 60 milhões em março e 100 milhões em maio. Formalizamos essa possibilidade", afirmou Dimas em entrevista coletiva do governo de João Doria (PSDB), e que contava também com o prefeito da capital, Bruno Covas (PSDB).