Ramon de Brito Pereira, 21 anos, foi atingido por diversos tiros de pistola .40 (ponto 40). Ele já foi preso por tráfico de drogas.

Um homicídio foi registrado na noite deste domingo, 13 de setembro, por volta das 20h30, na Rua Sargento Pedro, no Bairro São Lourenço, em Teixeira de Freitas. Segundo informações, a vítima, identificada como sendo, Ramon de Brito Pereira, 21 anos, foi atingido por diversos tiros de pistola .40 (ponto 40). A vítima é morador da Rua Alto Bela Vista, no São Lourenço.

CLIQUE AQUI, imagens fortes.


Em sua missão ambiciosa de manter você informado sobre os fatos mais importantes que acontecem na nossa região, o site LiberdadeNews contém vários artigos sobre os mais variados tópicos. Uma fração desses tópicos é frequentemente censurada por educadores, grupos religiosos, pais, governos ou outros. O conteúdo a seguir contém imagens fortes e podem causar dano emocional. Esse conteúdo é dirigido especificamente para pessoas maiores de idade e que, segundo a legislação aplicável, tenham plena capacidade para acessa-lo.

Segundo apurou a nossa reportagem, a vítima tinha pouco tempo que estava em Teixeira. Ele havia sido preso em Jaguaré/ES, e tinha pouco menos de três meses que havia saído da cadeia, onde estava preso acusado de tráfico. Recentemente, retornou para o Bairro São Lourenço, onde mora seus familiares. Ainda segundo informações, a vítima estava na Rua Sargento Pedro, quando criminosos começaram a atirar contra ele. Ramon correu para dentro de uma residência, mas, os criminosos invadiram o imóvel e executaram o Ramon, fugindo na sequência, sem deixar pistas. Uma guarnição da Polícia Militar esteve no local e tomou as primeiras providências.

O crime foi comunicado à Polícia Civil, e uma equipe de policiais (delegado, investigador, escrivão e peritos) realizaram o levantamento cadavérico e a perícia de local. A polícia recolheu estojos e projéteis calibre .40 no local. No corpo da vítima, os peritos encontraram 04 perfurações (entrada e saída) por arma de fogo, sendo no glúteo, perna e tórax. Após os trabalhos de praxe, o corpo foi removido ao IML para exames de necropsia. Um inquérito policial foi instaurado para investigar autoria e motivação do crime. Na rua, há diversas câmeras de monitoramento, o que pode ajudar a polícia na identificação dos criminosos. // Liberdade News.