Indivíduos que lançaram “ordem” de fechar o comércio em 4 bairros foram localizados com ajuda de drone. Um deles morreu no confronto.



Por volta das 09h da manhã do desta quinta-feira (28), chegou ao conhecimento do Comando da 77ª CIPM, um áudio que estava circulando em grupos do Whatsapp em que homens não identificados faziam alarde e levavam sensação de insegurança, recomendando o fechamento do comércio dos bairros Guarani, Nossa Senhora Aparecida, Bruno Bacelar e Ibirapuera. Segundo a polícia, a atitude foi uma represália à morte de José Rodrigo Santos Neri, vulgo “Dunga”, em confronto com a CIPE-Central nessa quarta-feira (27), em Jequié.



A polícia informou também que Dunga era o traficante que assumiu o tráfico do Guarani após a morte em confronto de Moisés, vulgo Mô. Ele era integrante do Baralho do Crime, na cidade de Luís Eduardo Magalhães. A polícia informou ainda que foram veiculadas também algumas pichações no bairro Guarani com a sigla “MD” para causar instabilidade e tumulto naquela localidade. Imediatamente o policiamento foi intensificado no Bairro Guarani e adjacências, com realização de rondas e abordagens, para manter a segurança e o funcionamento normal do comércio local. Ainda de acordo com a polícia, volta das 13h, chegou a informação de que dois homens em uma motocicleta de cor preta estariam passando nos pontos comerciais do Guarani e determinando o seu fechamento.


Com apoio do Comando de Policiamento Da Região Sudoeste e participação de todas Unidades Operacionais de Vitória da Conquista, a exemplo da CIPT-SO – Rondesp Sudoeste, Esquadrão de Motociclistas Falcão, CIPE-SO (CAESG), foi intensificado ainda mais a presença e operacionalidade da Polícia Militar no bairro Guarani. A polícia disse também que houve a utilização de drones, que culminou com a localização da dupla que se encontrava a serviço do tráfico, empreendendo as ameaças. A polícia informou ainda que eles atiraram contra os policiais do PETO da 77ª CIPM, e fugiram resultando na apreensão da motocicleta. Depois, foram interceptados pelo Esquadrão Falcão, que em nova troca de tiros um dos homens conseguiu fugir e o outro ficou ferido e socorrido ao Hospital de Base, onde não resistiu aos ferimentos. A polícia afirmou que para manter a segurança pública e contribuir ainda mais com a sensação de segurança no Guarani e adjacências, a 77ª CIPM, com apoio do CPRSO dará continuidade às ações que já estão sendo desenvolvidas no Bairro a fim implementar a segurança necessária para comunidade, restabelecendo a tranquilidade e desenvolvimento de suas atividades dentro da normalidade. // Ascom-77 CIPM.