O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) registrou 179 denúncias de “fura-filas” da vacinação contra a COVID-19. As denúncias foram registradas em 92 municípios. Segundo o MP-BA, Salvador teve o maior número de registros, com 24 ocorrências. Em seguida, aparecem Feira de Santana, 9, Biritinga,7, e Bom Jesus da Serra,7. O Ministério Público informou que está notificando os municípios com casos suspeitos de irregularidades. O desrespeito à ordem de prioridade na vacinação pode ser considerado crime de infração de medida sanitária e peculato, com pena variando entre multa e até doze anos de reclusão. De acordo com a Ouvidoria Geral do Estado, as denúncias são encaminhadas para a auditoria do Sistema Único de Saúde (SUS) e para a Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia (SSP-BA). Informações do G1 Bahia.