Petrobras explica que reajustes fazem parte "do alinhamento de preços com o mercado internacional e com a oscilação do dólar"

Petrobras anunciou um novo aumento no preço dos combustíveis na manhã desta quinta-feira (18). A partir de meia-noite de sexta-feira (19), o preço do litro da gasolina nas refinarias sobe 10,2% (R$ 2,48) e o do diesel vai a 15,2% (R$ 2,58).

À imprensa, a companhia explica em comunicado que os reajustes fazem parte, assim como os outros aumentos recentes, do alinhamento de preços com o mercado internacional e com a oscilação do dólar. Segundo a Petrobras, os preços praticados e suas variações "têm influência limitada sobre os preços percebidos pelos consumidores finais".

"Até chegar ao consumidor são acrescidos tributos federais e estaduais, custos para aquisição e mistura obrigatória de biocombustíveis, além das margens brutas das companhias distribuidoras e dos postos revendedores de combustíveis", diz a companhia em comunicado. 

Preço dos combustíveis é mais barato no Brasil?

Levantamento abrangendo 167 países apresentado pela Petrobras, e feito pela Globalpetrolprices.com, aponta que o preço médio da gasolina ao consumidor final no Brasil é 17% inferior à média global de preços. Já no caso do diesel, em uma amostragem de 166 países, o preço final no País está 28% inferior à média global.

"Em ambos os casos, os preços médios no Brasil estão abaixo dos preços registrados no Chile, Argentina, Peru, Canadá, Alemanha, França e Itália", segundo o levantamento.//(Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)