O governador da Bahia, Rui Costa, afirmou que o Brasil “mergulhará no caos em duas semanas” porque a rede de saúde vai colapsar por causa do agravamento da pandemia de Covid-19. 

A declaração foi dada após o governador anunciar a suspensão de todas as atividades não-essenciais no estado no fim de semana para tentar conter a disseminação do novo coronavírus (entenda as medidas aqui).

Ele também disse que o estado já tinha mil leitos de UTI exclusivos para Covid-19. Há dez dias, abriu mais 200 porque os casos estão mais graves, e a demanda por atendimento intensivo aumentou.

“E eles lotaram de uma hora para a outra, da noite para o dia”, afirma. Nesta quinta (25), o estado bateu recorde de cem óbitos registrados em 24h (leia aqui). “No auge da primeira onda, em julho do ano passado, registramos 80 mortes no pior dia”, afirma.

O governador acredita que, além de a população estar exausta de cumprir medidas de isolamento, as novas cepas do coronavírus que já circulam no Brasil –em especial a de Manaus –são mais contagiosas e letais.

“Temos hoje, ainda, um menor número de infectados, mas uma explosão de internações e de mortes muito mais grave do que em julho de 2020”, afirmou.

Bahia Notícias