A Polícia Civil deflagrou na manhã desta segunda-feira (1/3) uma operação batizada de “Gran Fratello”, com o objetivo de capturar envolvidos na morte de um professor universitário, identificado como Edcarlos da Silva Santana. Pelo menos cinco mandados de prisão e seis de busca e apreensão foram cumpridos no município de Santo Amaro, a 80 km de Salvador.

O assassinato aconteceu no dia 15 de dezembro e, segundo as investigações, foi encomendado pelo irmão da vítima. O suspeito, que tinha intenção de ficar com os bens materiais do educador, chegou a procurar a delegacia para prestar informações que supostamente ajudariam na investigação, logo após o corpo de Edcarlos ter sido encontrado. Os nomes dos presos não foram revelados.

De acordo com o titular da Delegacia Territorial (DT) de Santo Amaro, Adriano Lobo Moreira, o suspeito tentou “induzir os policiais a acreditarem que o crime tivesse sido praticado por um marido traído, cuja esposa estivesse tendo um relacionamento extraconjugal com a vítima”.

Além do irmão da vítima, um outro homem suspeito de ser um dos executores do crime também foi preso esta segunda. Outros dois criminosos foram capturados nas cidades de Santa Bárbara e Jequié. Os quatro devem ser encaminhados ao sistema prisional. 

A ação contou com o apoio de equipes das delegacias territoriais (DTs) de Conceição do Jacuípe, Amélia Rodrigues, Santa Bárbara, Jequié e 3ª Coorpin/Santo Amaro, além da Superintendência de Inteligência (SI) da Secretaria da Segurança Pública (SSP). (Aratu On)