O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou em live nas redes sociais nesta quinta-feira (4) que mais 60 milhões de doses de vacinas contra Covid-19 chegarão até o fim de abril.

Dessas, 20 milhões chegariam em março e 40 milhões, em abril.
Bolsonaro negou ter criticado vacinas de qualquer origem. "Eu sempre disse que, havendo o sinal verde da parte da Anvisa, compraremos a vacina, não importa que país seja o fabricante", declarou.

Ele disse ainda que não sabe o prazo para as vacinas da Pfizer chegarem ao Brasil.

"A Câmara e o Senado aprovaram, sancionamos e Pazuello assinou a intenção de compra. A Pfizer é bem clara em seu contrato: 'não nos responsabilizamos por qualquer efeito colateral'", citou. "Isso é barra pesada, quem vai se responsabilizar? Não seria a Pfizer. O Congresso aprovou que seria o governo federal, o Pazuello assina. Não sei o prazo de quando devem chegar ao Brasil".

Em pronunciamento nesta quarta (3), Pazuello disse que doses da Pfizer e da Janssen serão entregues a partir de maio.