O governo da Bahia vai pagar R$ 6,5 milhões para a Associação Obras Sociais Irmã Dulce (Osid) gerir, operacionalizar e executar das ações e serviços de saúde do Hospital de Campanha Arena Fonte Nova, no combate ao coronavírus.

Conforme publicação no Diário Oficial do Executivo estadual desta sexta-feira (5), o contrato tem validade de 90 dias, e o valor global atinge R$ 19,7 milhões por três meses.

O governo estadual tentou fazer uma dispensa emergencial para gestão da unidade de saúde, duas empresas chegaram a fazer proposta, mas a licitação não foi para frente. 

O hospital de campanha da Arena Fonte Nova reabre nesta sexta-feira (5) com 50 leitos de UTI e 30 leitos clínicos.// bnews