Mais um fabricante de veículos se vê obrigado a suspender as atividades fabris devido ao avanço da Covid-19. A Nissan acaba de oficializar a parada de sua produção em Resende, no sul do Estado do Rio. É a quinta montadora (a segunda de veículos leves) a paralisar a fabricação no Brasil.
A japonesa se junta à Volkswagen, que recentemente interrompeu a produção em suas quatro unidades no país. Três fabricantes de caminhões e ônibus - Scania, Volvo e Mercedes-Benz - também suspenderam as atividades devido ao agravamento da crise sanitária.
Em comunicado, a Nissan diz que a paralisação “busca garantir a segurança de seus funcionários como parte do esforço de reduzir o impacto da pandemia”. A unidade fluminense produz o SUV Kicks e o sedã V-Drive (antigo Versa) e seus 850 colaboradores entrarão em férias coletivas de 14 dias a partir desta sexta-feira (26/3).