Depois de 15 anos sem contato com o filho, o pai de Gil, do BBB 21, reapareceu. O ex-porteiro, que também se chama Gilberto, contou em entrevista ao jornal Extra que tem esperança em poder se reaproximar da família.

De acordo com a publicação, o pai de Gil deixou a casa da família quando o brother tinha apenas quatro anos e renegou o filho por não considerá-lo "tão preto" para ser seu. O último contato entre os dois aconteceu quando o filho convidou o pai para um concurso de modelos que iria participar, mas o ex-porteiro recusou, dizendo que tinha vergonha do então adolescente.

Com a fama do participante do BBB 21, o pai se diz orgulhoso e define o filho como "batalhador", "estudioso" e "engraçado". Garante, ainda, que não perdeu um dia do reality show e que não se importa com a homossexualidade do economista.

Atualmente desempregado, o pai de Gil mora sozinho em uma casa alugada e vive de bicos. Luta, ainda, contra dependência química. Sr. Gilberto contou à reportagem do Extra que largou o crack há alguns anos, mas ainda não se livrou totalmente do álcool. Ele assegura, porém, que não deseja nada financeiro do participante do BBB. "Só quero poder dar um abraço apertado nele e dizer que amo muito ele. Nunca disse isso para o meu filho".//Por: Reprodução / Jornal Extra