A Polícia Civil de Poções cumpre, nesta quinta-feira, 13, mandados de prisão preventiva expedidos pela Vara Criminal da Comarca local e da 59ª Zona Eleitoral em desfavor de dois homens pelos crimes de tráfico de drogas e associação criminosa, além de crime eleitoral de recrutamento de eleitor e propaganda de boca de urna nas últimas eleições

Os presos, cujos nomes não foram divulgados, seguem para o Conjunto penal de Jequié, onde cumprirão as suas penas decorrente de sentença condenatória. A Polícia Civil de Poções combate a criminalidade e garante a segurança publica do município, com 55 mil habitantes.

Para se ter ideia, Poções está há 133 dias sem crimes de homicídio, fruto da ação da PC e consequente redução nas ocorrências de crimes dolosos, por exemplo.

O crime de tráfico de drogas está previsto no artigo 33 da Lei 11.343/2006, com pena de reclusão de cinco a 15 anos; associação criminosa é a união estável e permanente de 2 ou mais pessoas para a prática de crimes específicos. Já o crime eleitoral tem previsão legal com pena de detenção de seis meses a um ano e multa. | com informações da DT Poções.