Um idoso, que não teve a identidade revelada, tentou atropelar e ameaçou com um facão o conselheiro tutelar, Alex Teles na manhã deste domingo (16). A vítima é homossexual e, de acordo com ela, o crime estaria atrelado a orientação sexual dela. 

Um vídeo gravado durante a situação mostra o suspeito segurando um facão, ele menciona a palavra “viado” para revelar a insatisfação com a figura da vítima. Nas imagens, é possível ver que Alex estava com uma criança nos braços, no entanto, não foi o suficiente para parar o suposto agressor. Só com a chegada de outros moradores, a situação foi apartada. 

Teles é lotado no Conselho Tutelar 13, na localidade de Narandiba, e afirmou ao BNews que a situação é recorrente, porém não tinha prestado queixa antes pela idade do vizinho. “Uma pessoa de quase 70 anos não tinha registrado nada em delegacia por ter compaixão, no entanto, ontem vi que as agressões verbais passaram a física e vi a necessidade de fazer o boletim de ocorrência lá na 11ª Delegacia Territorial de Narandiba”, disse. 

Uma equipe do Centro de Promoção e Defesa dos Direitos LGBT da Bahia (CPDD) foi acionada pelo conselheiro após sofrer o suposto ataque que ocorreu um dia anterior a data em que se celebra o Dia Internacional de Combate à LGBTFobia. Na manhã desta segunda (17) já foram iniciados os trâmites legais do processo.  

O coordenador do órgão, Renildo Barbosa junto a promotora, Márcia Teixeira e o Coordenador do Núcleo LGBT da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS), Kaio Macedo, acompanham o caso para prestar apoio jurídico e psicológico para Teles e família. 

“É inadmissível uma situação dessa, e não podemos deixar que seja mais um caso sem apuração. Já iniciamos o acompanhamento para dar todo suporte para a vítima. O nosso compromisso é a solidariedade à família, que é primordial”, lamentou Barbosa.//Por: Aline Reis

Assista: