O pequeno Samuel Soares, de 7 anos, surpreendeu a família quando disse que queria vender “geladinhos” na cidade de Caetité, no sudoeste da Bahia. A ideia do garoto foi aceita pelos pais quando ele revelou o motivo: gastar o dinheiro das vendas com cestas básicas para famílias carentes. “Eu vi muitas pessoas precisando de comida, precisando comer e eu fui lá e pedi para minha mãe fazer o geladinho e vender para poder doar”, disse o garoto Samuel Soares. A ideia de Samuel foi bem aceita pelos pais do garoto, o casal de fotógrafos Amilton Miranda e Simone Soares. O pai do menino confessou que se sentiu surpreso inicialmente.

“Eu fiquei surpreso, porque eu não entendi. Eu fiquei perguntando a ele onde teve essa ideia, onde ele viu isso. ‘Não pai, eu só queria ajudar’. E eu achei interessante porque a gente aqui em casa nunca tinha feito uma ação dessa”, contou Amilton Miranda. Segundo Simone Soares, o menino primeiro não contou qual era o motivo da inusitada venda dos geladinhos. Os pais, preocupados, disseram que ele não tinha idade para vender o lanche, mas Samuel não desistiu.
 Leia mais no G1