Novas imagens de uma câmera de segurança mostram o momento em que a empresária Nadia Vilela, de 33 anos, foge engatinhando da farmácia onde trabalha, ferida, após ser baleada pelo ex-namorado, o jornalista e empresário José Marcondes, o Muvuca, de 46 anos O crime aconteceu nesta segunda-feira (28), em Tangará da Serra (MT).

Usando jaqueta marrom e boné, Muvuca foi até o local de trabalho de Nadia e discutiu com ela no escritório da farmácia antes da tentativa de feminicídio. Segundo as investigações, ele não aceitava o fim do relacionamento. Atingida por três tiros, Nadia segue internada após passar por duas cirurgias. As imagens também mostram que Nádia saiu do estabelecimento engatinhando e ferida, ainda com medo de ser novamente atingida pelo jornalista. Ela, então, pede socorro e recebe ajuda de pessoas que passavam pelo local na hora.

Muvuca tentou suicídio. Socorrido com vida após atirar contra si mesmo, ele foi hospitalizado, passou por cirurgia, mas morreu pouco depois (leia mais aqui). Ao G1, a mãe dele disse que rezou para que ele tivesse “um verdadeiro encontro com Deus”. S

Vítima ainda em estado grave

Nadia está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular. O estado é grave, mas estável, segundo a unidade de saúde. Segundo as investigações, Muvuca não aceitava o fim do relacionamento com Nadia. O caso está sendo investigado pela Delegacia da Mulher de Tangará da Serra. ete jornalistas mulheres que trabalham no site de Muvuca relataram, em nota de repúdio contra a tentativa de feminicídio, covardia e machismo. “Apesar de toda sua gentileza e cordialidade com aqueles que o cercavam, seu ciúme descomunal não o impediu de tentar contra a vida de sua ex-companheira. Pois é assim que funciona a violência contra a mulher”, diz trecho da nota.// Boquira em Ação