A situação enfrentada por Ivanir da Silva Leal, de 34 anos, está comovendo a todos. Ivanir foi diagnosticada com uma doença no ouvido, chamada de otite média crônica*. Para resolver a situação ela já chegou a passar por uma cirurgia, mas a cirurgia inflamou e o problema se estendeu para o pescoço.



Ela foi internada no Hospital Geral de Vitória da Conquista, onde está há 30 dias. Outra cirurgia seria realizada, mas o problema se agravou e os médicos disseram que não tem condições do procedimento ser realizado aqui no município, somente hospitais em Salvador teriam condições de fazer.

Desde então a espera pela vaga tem deixado Ivanir e toda sua família bastante angustiada, pois o problema tem se agravado, ela é casada e tem uma filhinha de 05 aninhos. A situação foi mostrada em reportagem exibida pela TV Sudoeste. Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde disse que está em busca de uma vaga em um leito especializado para transferir a paciente.

Sobre a otite média crônica: A otite média crônica supurativa é uma supuração persistente, crônica (> 6 semanas) através de perfuração da MT. Os sintomas incluem otorreia não dolorosa, com perda auditiva condutiva. As complicações incluem desenvolvimento de pólipos aurais, colesteatoma e outras infecções. O tratamento requer limpeza completa do canal auditivo várias vezes diariamente, remoção cuidadosa de tecidos de granulação e aplicação de corticoides e antibióticos tópicos. Antibióticos sistêmicos e cirurgias são reservados para casos graves.////Rodrigo Ferraz