Em busca de vitória na Justiça, os filhos de Cid Moreira estão empenhados em comprovar as acusações contra a madrasta Fátima Sampaio. Depois de protocolarem uma ação de interdição contra o pai e prisão preventiva da madrasta por considerarem que ela se apropriou dos bens do marido, agora Rodrigo e Roger Moreira apresentaram novas testemunhas.

Na semana passada, o advogado dos irmãos Moreira, Angelo Carbone, enviou aditivos tanto ao Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) quanto ao Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) sobre o caso. Segundo informações divulgadas pelo site Notícias da TV, nos autos há o depoimento (em texto e áudio) de um ex-caseiro do veterano que denuncia uma agressão ao jornalista.

Já em outro documento, há o testemunho de um rapaz que relata supostas infrações de um irmão da madrasta dos filhos de Moreira. Segundo a acusação, esse parente de Fátima teria mantido a sogra idosa em cárcere privado e depenado seus bens. No relato, o rapaz diz que o parente de Fátima fez "coisas bem parecidas" com a sogra de idade avançada.

Em contato com o site, o advogado dos irmãos Moreira, confirmou o andamento do caso com o surgimento de duas testemunhas. Para ele, o relato contra a família Sampaio estourou como uma "bomba". "É uma quadrilha. O caso do irmão de Fátima é igual ao de Cid.Eles se encostam nas pessoas que têm idade e tiram tudo que elas têm", observou.//Bnews