Familiares de um homem de 30 anos estão revoltados com a liberação, após audiência de custódia, da esposa dele. Diego da Silva foi morto a facadas pela mulher, no último domingo (26), em Fazenda Grande do Retiro.

O crime teria acontecido na frente da filha do casal, de dois anos. Após brigar e esfaquear o marido, a jovem o socorreu para uma UPA, mas ele já chegou ao local sem vida.

A mãe da vítima contou ao Balanço Geral nesta quinta-feira (30) que o filho recebeu três facadas e foi espancado na cabeça. Ela destacou que o relacionamento do casal era bastante conturbado e a mulher já teria tentado ferir o marido em outras oportunidades.

Os dois estavam juntos há cinco anos e o assassinato aconteceu na casa deles. “Ela tem que ser banida da sociedade”, defendeu a mãe de Diego. Mesmo tendo sido em flagrante pela polícia, a suspeita foi liberada na quarta-feira (29) pela Justiça.//Por: Reprodução/ RecordTV Itapoan