APolícia Rodoviária Federal libertou uma criança de 11 anos que foi sequestrada e mantida em cárcere privado por um idoso de 70 anos. O resgate aconteceu na manhã desta terça-feira (19), em trecho da BR 116, em Poções, no sudoeste baiano.



Equipe da PRF estava de plantão, quando foi informada da ocorrência do desaparecimento de uma garota, ocorrido na tarde de ontem (18), no povoado de Iraporanga, município de Iraquara (BA).

Segundo levantamento policial, a garota tinha saído da escola e foi abordada por um homem que estava a bordo de um Siena, de cor prata.

Prontamente, os policiais diligenciaram e iniciaram buscas pela região, oportunidade em que avistaram o automóvel suspeito na altura do quilômetro 760 da rodovia, com dois ocupantes no seu interior.

Os policiais rodoviários federais deram ordem de parada ao carro e constataram que um dos ocupantes se tratava da criança desaparecida.

O motorista que confessou o crime foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil para lavratura do flagrante.

Foi acionado o Conselho Tutelar, bem como foi feito contato com os pais da criança e solicitado auxílio de profissionais como psicólogo e assistente social. Ela será submetida a exame de corpo delito.

PROJETO MAPEAR

O projeto MAPEAR da PRF tem como objetivo a identificação de “pontos vulneráveis” por níveis de criticidade e representa uma oportunidade de geração de dados, a partir das rodovias, para mapear cenários propícios à exploração sexual de crianças e adolescentes.

Por meio de um levantamento com atualização bianual, são identificados e registrados os pontos vulneráveis à exploração sexual de crianças e adolescentes ao longo das rodovias federais que cortam os municípios do Brasil. O principal objetivo é subsidiar o desenvolvimento de ações preventivas e repressivas, bem como orientar as políticas públicas coordenadas pelo Ministério dos Direitos Humanos.

Desde 2003 até o presente, a PRF resgatou 4.876 crianças e adolescentes de situação de vulnerabilidade. Da mesma forma, quando passou a desenvolver e contabilizar as ações preventivas e repressivas em 2017, 51.355 pessoas foram alcançadas sendo estas consideradas potenciais disseminadoras das orientações dadas pela PRF no enfrentamento a exploração sexual de crianças e adolescentes.