A Justiça Baiana voltou os olhos para região Micro Sudoeste do estado. Nesta última sexta (19) foi preso o vice prefeito do município de Mirante por suposto envolvimento com atos ilícitos com empresa de licitações. Na quinta-feira, dia 18 de novembro, saiu decisão judicial onde obriga o prefeito do município de Bom Jesus da Serra a pagar valores usurpado de servidores quando o atual gestor assumiu a cadeira administrativa.

O fato aconteceu logo que o atual prefeito tomou posse, onde o mesmo baixou um decreto retirando o incentivo econômico de instabilidade de alguns servidores público, que, de acordo com informações expressou apoio político ao adversário que acabou perdendo o pleito. Munidos de provas e embasados na legalidade e legitimidade dos direitos, os servidores entraram na justiça contra a prefeitura (atual gestão) onde a justiça intimou o atual prefeito a comparecer perante a justiça e pagar os valores de direitos dos servidores.

Por três vezes o intimado não compareceu. E nesta última intimação, a decisão da justiça conforme publicado, diz que; O não comparecimento e o não pagamento dos servidores, poderá acarretar na prisão do gestor para esclarecimentos. De acordo com informações levantada pelo blog Panorama Geral, cerca de 50% dos servidores já receberam. O restante ainda não sabemos o resultado, mais comprindo a ordem judicial e o receio de passar constrangimento com a Polícia, o gestor deve pagar e instabilizar os salários dos servidores. outrora usurpado.//
*Reportagem Blog Panorama Geral. Fonte: MP-BA