Segunda-feira (06) de terror em Itabuna, com mais um homicídio registrado, sendo nesta ocasião, na Rua Firmino Alves, no bairro Mangabinha. Um homem identificado como Jucimar Alves Costa, 37 anos foi morto a tiros dentro de um automóvel e uma mulher foi baleada na ocasião.

Ela foi socorrida em estado grave, por populares para o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães. Estava consciente, mas em estado delicado. De acordo com informações de testemunhas, trata-se de Mamá, filho do dono de uma padaria naquele bairro. Nove disparos de pistola de calibre .380 lhe tiraram a vida. Quatro desses tiros atingiram-lhe as costas, dois, os braços e três, o abdomen.

Segundo informações, a mulher baleada foi identificada pelos prenomes Ana Clara e uma das versões colhidas no local diz que ela caminhava com uma criança, tendo sido vítima de bala perdida, que lhe atingiu a cabeça. Outra versão, entretanto, aponta para direto envolvimento de Ana Clara com o crime organizado, e que o tiro que lhe atingiu a cabeça teria sido intencional.

De acordo com essa segunda versão, um dos atiradores ordenou que ela afastasse a criança de perto, antes de apertar o gatilho. Os criminosos estavam, a bordo de um carro Fiat Argo de cor vermelha. Também há informações de que o companheiro de Ana Clara teria morrido em troca de tiros com a polícia, há alguns meses, em Itapitanga. Mamá era ligado ao crime organizado, sendo membro da facção denominada DMP. (Verdinho Itabuna)