Um asteroide de aproximadamente 330 metros de comprimento chegará a 4,6 milhões de milhas da Terra- equivalente a 7,4 milhões de quilômetros-, fator que o coloca como potencialmente perigoso. A título de comparação, a Torre Eiffel, em Paris, na França, possui 300 metros de altura.

Apesar disso, a Nasa informa que não há motivo para preocupação porque a rocha gigante não entrará em rota de colisão com o planeta. As informações são do portal de rastreamento da agência espacial.

De acordo com o portal Science News, o astereoide, chamado de 4660 Nereus, vai passar pela órbita da Terra no dia 11 de dezembro. Estudos demonstraram que a rocha gigante finaliza uma volta completa ao Sol em cerca de 1,8 ano. Depois de dezembro, a expectativa é que o 4660 Nereus só volte a se aproximar da Terra no dia 14 de fevereiro de 2060.


Os pesquisadores da agência espacial norte-americana consideram que o Nereus tem uma potência semelhante ao astereoide que caiu próximo ao rio Podkamennaya Tunguska, na Sibéria, em 1908. Nesse caso, a rocha gigante resultou em uma explosão equivalente à liberação de 12 toneladas de dinamite.


Conforme os critérios de classificação adotados pela Nasa, qualquer objeto espacial que tenha 4,65 milhões de milhas de distância da Terra é classificado na categoria Apollo,que reúne os asteroides potencialmente perigosos.