Pouco mais de uma tonelada de drogas foi incinerada pela Polícia Civil em Jequié, na região sudoeste do estado, na terça-feira (30). Entre os entorpecentes, estão maconha, cocaína e crack, apreendidos entre os anos de 2018 e 2021, em operações policiais na região.

Também foram destruídas grandes quantidades de haxixe, ecstasy e lança perfume. Segundo informações da Polícia Civil, todo o material foi apreendido pela própria corporação e pelas polícias Rodoviária Federal, Militar e Penal e estava vinculado a 332 processos judiciais da Vara Criminal e Vara da Infância e Juventude da Comarca de Jequié.

Um dia antes, também no interior do estado, a polícia encontrou uma área de plantio de maconha, na cidade de Curaçá, na região norte. O cultivo ilegal foi localizado na Ilha de Araras, próximo ao povoado de Angico, na segunda-feira (29).

De acordo com a Polícia Militar, o roçado tinha cerca de 2.500 pés de maconha, que foi incinerado no local. Uma amostra foi levada para a delegacia de Curaçá para a adoção das medidas cabíveis.

A PM não deu informações sobre presos ou pessoas identificadas como responsáveis pela plantação, e acrescentou que, somente este ano, mais de 961 mil pés de maconha foram destruídos na região das ilhas que compõem o Rio São Francisco, no norte do estado. (g1 Bahia)