Duas pessoas de cada lado da disputa foram mortas no tiroteio. Além do casal, um agricultor e um homem que trabalhava com ele foram socorridos, mas não resistiram.



Um tiroteio motivado por uma disputa de terras deixou quatro pessoas mortas em Bom Jesus do Sul, na região sudoeste do Paraná, segundo a Polícia Civil. O crime aconteceu na terça-feira (15), e os disparos foram registrados em um vídeo. De acordo com a polícia, a área envolvida na discussão está em processo de inventário, e um comerciante e um agricultor da cidade alegam ter comprado a faixa.

CLIQUE AQUI, imagens fortes . VÍDEO 2.




As investigações apuraram que o agricultor plantou soja no terreno e que cuidava da lavoura. O comerciante ficou sabendo da plantação e resolveu ir até o local para tirar satisfações. “Ambos se diziam proprietários dessa terra. Era uma causa que já estava sendo analisada pela Justiça”, disse o delegado. Um vídeo (link acima) mostra a discussão antes de um tiroteio que acabou com quatro pessoas mortas em Bom Jesus do Sul, na região sudoeste do Paraná. Segundo a Polícia Civil, a troca de tiros foi por conta de uma disputa de terras no local. Assista a reportagem:


Duas pessoas de cada lado da disputa foram mortas no tiroteio. O comerciante e a mulher dele morreram ainda no local. O agricultor e um homem que trabalhava com ele foram socorridos, mas não resistiram. O homem que gravou o vídeo foi preso. A Polícia Civil ainda procura por outras duas pessoas que estavam no local do confronto. as imagens, é possível ver o momento em que o comerciante Cláudio Silvestre chega de carro até o local e começa a brigar com um homem que está parado na estrada. O homem é funcionário do agricultor que disputa terras com Cláudio.




Dentro do carro do comerciante também está a esposa dele, que grava a cena. Cláudio Silvestre se aproxima e começa a questionar o homem. “Pode sair tudo aqui, vocês estão proibidos pelo juiz”, ordena para o funcionário e o agricultor. A discussão continua e o comerciante sai do carro. Depois de algum tempo e troca de acusações, o comerciante questiona se eles estão armados. No momento em que o agricultor se afasta do carro e se aproxima da estrada, o comerciante começa a atirar. Ao todo, a Polícia Civil contabilizou 32 disparos.

Disputa por terras

De acordo com a polícia, a área envolvida na discussão está em processo de inventário, e um comerciante e um agricultor da cidade alegam ter comprado a faixa. As investigações apuraram que o agricultor plantou soja no terreno e cuidava da lavoura. O comerciante ficou sabendo da plantação e resolveu ir até o local para tirar satisfações.



“Ambos se diziam proprietários dessa terra. Era uma causa que já estava sendo analisada pela Justiça”, disse o delegado. Duas pessoas de cada lado da disputa foram mortas no tiroteio. O comerciante e a mulher dele morreram ainda no local. O agricultor e um homem que trabalhava com ele foram socorridos, mas não resistiram. O homem que gravou o vídeo foi preso. A Polícia Civil ainda procura por outras duas pessoas que estavam no local do confronto. O caso é investigado.